Como remover toolbars dos navegadores IE, Firefox, Chrome e Opera

As irritantes toolbars estão entre os plug-ins mais indesejados para se ter no Navegador. Criadas sob o pretexto de adicionar funções auxiliares ao browser, o que se vê de fato são propagandas e janelas pop-up. Tais anúncios atrapalham a navegação pois obrigam o usuário a ter de fechá-las à todo o momento, existem casos de pop-ups que forçam o usuário a clicar sobre eles, como única forma de prosseguir a navegação.

Outra forma que as toolbars podem assumir é a de ferramentas de pesquisa. Algumas como a Ask Toolbar mudam a página inicial e a busca padrão do navegador. Tais ferramentas costumam retornar resultados inferiores aos das buscas convencionais, juntamente com propagandas disfarçadas. Este método engana o usuário, que se vê levado a clicar num link acreditando tratar-se do conteúdo procurado.

Além de todos esses inconvenientes as Toolbars podem causar sérios problemas a segurança do computador e de seus dados pessoais. Algumas instalam extensões desatualizadas, portas de entrada perfeitas para vírus, spywares, adwares, worms e demais malwares. Além dos danos característicos provocados pelos invasores, dados pessoais como senhas de serviços, números de cartões de crédito e registros pessoais ficam a mercê de agentes malicioso.

Livre-se das Toolbars

 A maneira mais fácil para evitar as toolbars é não instalá-las no navegador. Falando assim até parece fácil, mas infelizmente se o fosse não estaríamos tratando do assunto. Muitas vezes, estas extensões são adicionadas durante a instalação de outros programas. Na maioria dos casos é possível evita-las durante o processo de instalação, infelizmente isto não é aplicável em 100% dos casos.

Então se você instalou uma toolbar por acidente não se preocupe. Confira dicas de como livrar-se destes complementos incômodos em cada um dos principais navegadores adotados por usuários do Windows.

Como remover toolbar no:

Internet Explorer

Se existe um navegador que sofreu muito com o advento das toolbars, este sem dúvida foi o IE. Diferente do que a crença popular sugere, o IE continua sendo o navegador mais usado pela maioria dos usuários. Não é à toa que o número de extensões desnecessárias existentes para ele seja tão grande. Nele, as toolbars frequentemente comprometem o desempenho do processo, tornando a navegação lenta.

O processo de desinstalação de uma toolbar no IE é um pouco mais complexo que nos demais navegadores. Clique em Ferramentas (Tools)> Gerenciar Complementos (Manage Add-Ons). Na janela que se abre, no campo Tipos de Complemento (Add-nos Types), selecione Barras de Ferramentas e Extensões (Toolbars and Extensions). No campo Mostrar (Show), escolha Todos os Complementos (All Add-Ons).

Agora clique sobre a Extensão desejada na lista exibida. Escolha a opção “Desabilitar” (Disable) para remover a extensão do navegador. Algumas extensões normalmente possuem outras a elas associadas. Nestes casos o IE perguntará numa janela pop-up se o usuário pretende desabilitar também as demais extensões. Para confirmar basta marcar as caixas referente as mesmas e clicar em Disable.

Outra forma de obter o mesmo resultado é clicar em Ferramentas> Opções de Internet e selecionar na janela que se abre a aba Avançadas> Redefinir. O inconveniente é que tal método irá resetar não só as toolbars do navegador, mas todas as configurações do IE, incluindo Configurações de Privacidade, de Segurança, Arquivos Temporários, Históricos, Cookies e uma série de outras configurações.   

Mozilla Firefox

Firefox , assim como IE, enfrenta problemas constantes com toolbars indesejadas. O navegador virou um alvo fácil graças a sua característica mais marcante: a customização. Isto permitiu que desenvolvedores mal intencionados incluíssem toolbars junto com a instalação de outros plug-ins. Eles se tornaram tão comuns no navegador, causando um êxodo em massa para os concorrentes, principalmente o Chrome.

Para eliminar toolbars no Firefox, clique em Ferramentas (Tools)> Complementos (Add-Ons) e selecione a opção Extensões (Extensions) na nova aba. Clique em “Desativar” para desabilitar a toolbar ou exclua o plugin de uma vez na opção “Excluir”. O Firefox é um caso à parte entre demais navegadores. Para assegurar-se de que a extensão foi mesmo desabilitada/eliminada será preciso reiniciar o Firefox – e preferencialmente o sistema.

Google Chrome

Chrome talvez seja o navegador ideal para quem não suporta toolbars. Isto porque o ele possui um sistema particular, capaz de desabilitar tais complementos rapidamente. Clique na opção Personalizar (Settings)> Ferramentas (Tools)> Extensões (Extensions). Procure pela toolbar na lista de extensões e desmarque a opção “Ativada”. Faça um favor à você e a remova de uma vez clicando no ícone da lixeira ao lado da opção mencionada. A toolbar desaparecerá automaticamente, mas em todo caso é recomendado reiniciar o navegador para que as mudanças sejam implementadas.

Opera

Apesar do Opera ser um navegador pouco popular quando comparado ao ChromeFirefox e IE; ele também sofre com as toolbars da mesma forma que seus colegas famosos. Assim como no Chrome o processo de remoção é bem rápido e simples. Clique em Ferramentas (Tools)> Aparência (Appearance) e na janela que surge escolha a aba Botões (Buttons). Clique na toolbar e edite como quiser, desativando-a da lista. Outra possibilidade é clicar em Ferramentas (Tools)> Extensões (Extensions), para excluir o plugin de uma vez.

Painel de Controle

Uma alternativa pouco utilizada é a remoção de toolbars por meio da ferramenta “Desinstalar ou Alterar Programas” disponível no próprio Windows. O método permite a remoção de algumas extensões conhecidas – principalmente aquelas encontradas no IE – mas é inútil contra aquelas criadas para navegadores concorrentes. Logo, utilize o método apenas se você for proprietário do IE.

Clique no botão Iniciar> Painel de Controle> Programas> Programas e Recursos> Desinstalar Programas. Na lista que segue o usuário terá uma visão geral de todos os softwares instalados na máquina. Procure pela toolbar, selecione e depois clique na opção Desinstalar. Novamente, este método pode não ser plenamente eficaz, é comum que tais extensões deixem restos de componentes, o que na prática elimina a toolbar, mas não os problemas oriundos dela.

Programas de Limpeza

Alguns softwares de limpeza possuem opções específicas ou podem ser usados para eliminar as toolbars. Um bom exemplo é o Revo Unnistaller, com ele é possível identificar mesmo as extensões mais obscuras e remover sua presença completamente da máquina. Escolha os modos de limpeza completa para evitar que restem sobras e componentes da extensão. Este é o método ideal para se utilizar quando desabilitar a toolbar pelo próprio navegador mostra-se inviável.

Outra ferramenta de segurança própria para o serviço é o CCleaner. Embora o CCleaner possa identificar e remover por completo estas extensões, seu maior trunfo é a varredura feita pelo mesmo nos navegadores instalados na máquina. Históricos de navegação, cookies, caches e informações registradas por formulários são completamente apagados, evitando que os mesmos sejam registrados ou capturados pelas extensões maliciosas.