Google: É criado uma correção para falha de processadores que não afeta drasticamente o desempenho

Por Ismaellx Sexta-feira, 05 de Janeiro de 2018

Como toda a repercussão causada pelas falhas Meltdown e Spectre, eis que surgiu uma ótima notícia: “Google informou que conseguiu desenvolver uma correção para as falhas de processadores”.

Pois até então, não existia uma solução definitiva para as vulnerabilidades encontradas nos chips. A possibilidade para diminuir o problema, seria separar os processos dos usuários e a memória reservada ao kernel, com isso, evitaria o vazamento de informações sensíveis. Porém, alguns testes mostram que isso reduziria a performance entre 5 e 30%.

A boa notícia

O Google criou uma técnica chamada Retpoline, que previne aplicativos de explorarem o Spectre, ou seja, o Retpoline consegue isolar um código especulado de uma informação não relacionada, impossibilitando um possível malware.

O Google diz em nota, que compartilhou sua técnica com mais empresas e implantou a correção em seus próprios servidores. Ele informa também que já instalou uma correção (KPTI) para conter o Meltdown em todos os servidores de produção com Linux que rodam o buscador, Gmail, YouTube e outros serviços, sem impacto significativo “na maioria das cargas de trabalho”.

Contudo, o Google ressalta que “não pode garantir nenhum impacto operacional ou de performance” e recomenda testar a correção. Porém já é uma grande vatangem para aqueles que se sentiam ameaçados com a falha. Confira o link.

Comentários