Veja como particionar pedrive, cartão SD e HD facilmente

Por Geovanne Quinta-feira, 08 de Junho de 2017

Em algum momento você já se deparou com uma necessidade de particionar ou dividir um cartão de memória, pendrive ou simplesmente um HD para solucionar algum problema?

O particionamento de qualquer dispositivo de armazenamento, é a utilização do espaço determinando que o dispositivo suporta e dedica para determinado sistema de arquivos, onde cada sistema possui suas próprias características. Por isso muitas vezes alguns tutorias da internet nos fazem criar um, dois ou mais particionamentos conforme a necessidade da solução oferecida. É interessante ter em mente que cada partição terá suas determinadas características.

Atualmente os mais conhecidos no mercado são: NTFS que é utilizado no atual Windows; exFAT mais conhecido como FAT 64 bits; FAT32 e 16 que foi muito utilizado nas versões antigas do Windows e substituído no uso de sistema operacional da Microsoft pelo NTFS, mas ainda é muito utilizado para dispositivo removíveis;  ext2, 3 e 4 é muito utilizado para linux e sistema com a base deste sistema como o Android. São inúmeras formas para atender diversas necessidades deste universo em expansão que é a informática.

No momento de instalação de um sistema operacional ele pede para que seja particionado algum disco e é aí que surge a necessidade de executar essa tarefa. Até mesmo quando você vai criar uma máquina virtual é criado com um sistema de arquivo, é um tipo de partição de disco, porém uma virtualização, ou seja, em vez de retirar uma parte de um disco é criado um arquivo para emular o sistema de arquivo em um disco.

Mais nem sempre precisamos de instalação de um sistema operacional para que haja necessidade de particionar algum disco. Com isso tem diversos aplicativos destinados a criar, gerenciar e realizar as manutenções necessárias.

Alguns particionadores disponíveis no mercado

O Windows já vem com um particionador padrão que se localiza nas ferramentas de “Gerenciamento de Computador” e mostraremos este como exemplo de como particionar seu cartão de memória ou seu pendrive. Porém não é o mais completo que o mercado oferece, pois só dá suporte aos padrões de paginação que ele suporta. Caso deseje particionar para estender ou auxiliar o uso do sistema Linux, Android ou outros sistemas operacionais é necessário instalar de outros aplicativos.

MiniTools, que tem uma versão gratuito muito boa, já oferece um bom suporte para gerenciar suas partições e o melhor de tudo é que tem uma ferramenta que não te obriga  a apagar todas as informações do seu dispositivo.

Aqui vamos falar de dois gerenciadores, porém, vale lembrar, não são únicos. Há uma grande diversidade no mercado. Cada sistema operacional tem seu próprio particionador agregado já de fábrica.

Veja como particionar seu cartão SD ou pendrive com gerenciador de disco do Windows

Este tutorial é dedicado ao Windows 10, mas com pequenas adaptações funcionará em praticamente todas as versões anteriores do sistema operacional da Microsoft e até mesmo com outros sistemas, pois há um padrão no comércio.

Passo 1: Abra o Windows Explorer, com comando “Windows” + ”E”;

Passo 2: Clique com botão direito do mouse sobre “Este computador”. Selecione “Gerenciar”;

Passo 3: Click em “Repositório” > “Gerenciamento de disco”, é neste ponto que mostra todas as partições existentes do computador, tanto Básico, Removíveis e Discos;

Passo 4: Encontre seu dispositivo e veja a partição(s) > selecione > clique com botão direito do mouse > formatar [abrirá uma caixa de diálogo do Windows que informará “Esta é a partição ativa neste disco. Todos os dados na partição serão perdidos. Tem certeza que deseja formatar esta partição? “Sim” ou “Não”.] Caso você esteja certo que pode apagar os dados deste disco então selecione “Sim””;

Passo 5: Abrirá uma janela de “Formatar…” com opções:

Passo 5.1: Rótulo do volume: “digite o nome que deseja que apareça no sistema, neste caso ficará W: Ziggs”;

Passo 5.2: Sistema de arquivos: “tem as opções NTFS, FAT32 e exFAT, ou conhecido com FAT de 64 bits, que é evolução do FAT32 que aumenta a taxa de transferência que é aconselhável para pendrives para uso com máquinas com Windows , neste caso escolherei exFAT”;

Passo 5.3: Tamanho da unidade de alocação: tem opção Padrão (o sistema que determina o tamanho da alocação), mais caso você sinta com mais segurança ou acompanhando com tutorial pode escolher entre valores: 1024 bytes, menor valor de um dado (1 K que 1 Kilobyts), 2048 (2 K), 4096 (4K), 8192 (8K), 16K, 32K, 64k, 128K, 256k, 512K, 1024K, 2048K, 4096K, 8192K, 16384K e 32768K esses valores no caso de exFAT, NTFS de 512 bytes há 64K e no FAT32 4096 bytes a 64K;

Passo 5.4: Tem duas caixas de diálogo “Executar uma formatação rápida” em padrão fica selecionado, mas se for desmarcado ele pode demorar a formatação, porém aumentará sucesso e a qualidade do procedimento.

Passo 5.5: E a outra caixa de diálogo é Ativar compactação de arquivos e pastas, só tem suporte para NTFS que utilizará mais o consumo de espaço do disco com momento do seu uso, mais sacrificar um pouco o desempenho de transferência de dados.

Passo 6: Clique em “OK” após escolher as opções de acordo com suas necessidades e pronto.

Comentários